Últimas palavras

Por Wanderley Guilherme dos Santos – 11 de novembro de 2015 – no Segunda Opinião

joiao
.
Durante o stalinismo o Autor da infâmia sobre a família do ex-presidente Lula, estampada há pouco como furo de reportagem, seria fuzilado. Exagero repudiado por sociedades protegidas por Cesare Beccaria, fundador do direito liberal, e advogado da proporcionalidade das penas. Mas desde quando pedir desculpas é pena proporcional ao delito de macular sem fundamento e às tribulações morais e materiais da vítima que não se esgotam com o alegado arrependimento do delituoso? A infâmia é um crime de efeitos continuados mesmo quando cessa a causa.
Em alguns, casos, o crime, no Brasil, compensa.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s