Flávio Dino: Avanços do Plano Mais IDH

Semana repleta de passos positivos na estrada da mudança. Menciono, por exemplo, o sucesso da Caravana Bolsa Escola, a entrega de 28 unidades odontológicas móveis (vans) e o início do movimento de alfabetização em mais 8 cidades. E as ações do Mais Asfalto já estão em execução em mais de 25 cidades.

Por Flávio Dino*

 
Desse conjunto de boas realizações, destaco o início da construção das escolas do programa Escola Digna, na cidade de Marajá do Sena. Ela ficou conhecida, em razão de diversas reportagens ao longo dos últimos anos, por estar entre aquelas com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. Hoje, é a cidade que sedia a construção das primeiras escolas do programa Escola Digna do nosso Governo, que visa substituir as escolas de taipa por prédios de alvenaria e qualificar os professores das redes municipais de ensino em todo o Maranhão. Cerca de outras 100 escolas estão em processo de licitação para serem construídas, constituindo-se no maior programa educacional da história do nosso Estado, na medida em que chegará a 300 unidades construídas, além de centenas de reformas.

O programa Escola Digna faz parte de um projeto maior, o Plano Mais IDH, que possui outros 22 eixos de atuação que já começam a fornecer, às 30 cidades de menor IDH, políticas públicas articuladas para combater as desigualdades que perduram no Maranhão. Começamos pelas cidades que precisam de mais atenção e escolhemos a métrica universalmente conhecida do IDH como parâmetro para mudar realidades de quase completo abandono.

Assim como a construção das escolas, outros eixos já estão em execução, como é o caso da Força Estadual de Saúde. Com equipes médicas e de enfermagem realizando mais de 27 mil atendimentos em seus primeiros meses de atuação, estamos avançando na saúde preventiva a partir da atenção básica, priorizando cinco problemas centrais: mortalidade materna, hanseníase, diabetes, hipertensão e mortalidade infantil. Com o processo seletivo já em curso, mais equipes serão constituídas para a Força, que atua em apoio aos municípios, a exemplo do bem-sucedido programa Mais Médicos.

A autonomia produtiva das populações também já começa a ganhar terreno, por intermédio de ações de incentivo à Agricultura Familiar, com prioridade inicial para as 30 cidades do Plano Mais IDH. Nelas, agrônomos e técnicos estão implantando junto às famílias os Sistemas Integrados de Tecnologias Sociais (Sistecs), que vão garantir aos produtores alimentos para consumo próprio e para o comércio local. A propósito, nesta semana que se inicia, vamos realizar a 3ª Feira de Tecnologia para a Agricultura Familiar, em Caxias, depois de estarmos em São Bento e Açailândia, com ótimos resultados.

Com programas que combatem firmemente a pobreza e promovem o acesso a direitos, o Plano Mais IDH combina a generosa indignação daqueles que não aceitam injustiças com uma visão moderna de gestão pública. Aqui, agradeço a todos os servidores públicos, militantes sociais, políticos e aos representantes da iniciativa privada que estão se unindo no propósito de dar celeridade e materialidade a todas as ações.

O deficit que combatemos é o deficit de justiça social. E a nossa meta de superavit é distribuir melhor as imensas riquezas desse Estado para todos os maranhenses.

*Flávio Dino é membro do PCdoB e governador do Maranhão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s