Com apoio russo exército sírio tem mais avanços no combate aos terroristas

Caça russo Su-34 em missão na Síria

Sputnik News – 11/10/2015 – Rússia combate Estado Islâmico na Síria

O exercito sírio liberou mais cinco povoações no norte da província Hama. Segundo o coronel russo que exerce o comando da operação, isto se tornou possível graças às ações ativas da aviação russa.

“O avanço das tropas sírias começou após os ataques aéreos russos. No resultado, dezenas de terroristas foram mortos, outros optaram por fugir,” o coronel Ibrahim S. disse à RIA Novosti.

Segundo ele, atualmente o exército do governo sírio está se aproximando das fronteiras da província de Idlib, no norte do país, que é quase totalmente controlada por insurgentes.

O exército sírio continuou a sua operação no solo no território controlado por terroristas. O coronel sírio acrescentou que neste fim de semana os militares sírios libertaram uma cidade e duas aldeias na província de Hama dos militantes da Frente al-Nusra.

Na quinta-feira (8) o comando sírio disse que as Forças Armadas do país haviam lançado uma operação de grande escala para retomar áreas ocupadas de terroristas.

Desde 30 de setembro a Rússia começou a realizar ataques aéreos contra as instalações do Estado Islâmico (EI) na Síria sob o pedido do presidente Bashar Assad. Por enquanto a Força Aeroespacial russa fez duas centenas de ataques contra os terroristas, destruindo cerca de 300 militantes, campos de treinamento, centros de comando, armazéns dos armamentos e outras instalações. Além disso, 26 mísseis de cruzeiro foram lançados pelos navios da Frota do mar Cáspio que atingiram com sucesso os alvos do EI.

O Estado-Maior russo disse que os militantes do EI sofrem perdas significativas e estão mudando o tático, se escondendo nas povoações. Segundo os militares russos, os alvos são escolhidos na base dos dados da inteligência russa, síria, iraquiana e iraniana. Se usam armamentos de alta precisão.

O embaixador da Síria para a Rússia, Riad Haddad, confirmou antes que os ataques são realizados contra os agrupamentos armados, nem a oposição ou civis. Segundo ele, cerca de 40% das infraestruturas jihadistas no país árabe foram destruídas desde o início das operações militares russas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s